NEY MATOGROSSO

Ney Matogrosso apresenta seu premiado show

“Atento aos Sinais” no Theatro Municipal do Rio de Janeiro

 Pré Venda se Inicia dia 01 de abril somente para Sócios Ouro do Clube Shows e vai até dia 3 de abril. Dia 4 se iniciam as vendas para o publico em geral.

Devido ao grande sucesso e comemorando 200 apresentações do premiado e festejado projeto “Atento aos Sinais”,  Ney Matogrosso fará um show extra no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, dia 16 de maio de 2017.

O show é parte da turnê que estreou em fevereiro de 2013, transformou-se em CD de estúdio e posteriormente em edição ao vivo de CD e DVD.

Sob a direção musical do tecladista Sacha Amback, o show “Atento aos Sinais”é uma super-produção, a maior da qual já fez parte, segundo o próprio Ney. “Usamos uma iluminação que eu nunca havia usado ou visto alguém utilizar por aqui. É uma luz de rock’n’roll”. O aparato em questão inclui quatro telas de LED que projetam imagens que funcionam como vídeo cenários. Sob a moldura da luz criada por Ney e Juarez Farinon, o cantor surge com figurinos ousados, “salientes”. Já na abertura do show, com “Rua da passagem (Trânsito)”, parceria de Lenine com Arnaldo Antunes, e “Incêndio”, do repertório da extinta banda Urge, do compositor Pedro Luís, o espetáculo já diz a que veio. A turnê, que passou por Portugal, Argentina, Uruguai e pelas principais capitais do país, está comemorando 200 apresentações em mais de quatro anos de estrada.

“Atento aos Sinais” é pop, urgente, com músicas de compositores consagrados, como Caetano Veloso (“Two Naira Fifty Kob”) e Paulinho da Viola (“Roendo as unhas”), mas que destaca a produção de novos nomes como Criolo (“Freguês da Meia-Noite”), a banda Zabomba (“Pronomes”), Dani Black (“Oração”), o alagoano Vítor Pirralho (“Tupi Fusão”), Dan Nakagawa (“Todo mundo o tempo todo”) e os cariocas do Tono (“Não consigo” e “Samba do Blackberry”). “Muitos me procuram, vão aos shows e me entregam letras, discos gravados. Outros conheço através da internet. Sempre acho que numa dessas posso encontrar coisas interessantes, como tenho encontrado”, conta Ney.

A última música escolhida para o repertório foi “Noite Torta”, de Itamar Assumpção, autor de outras duas canções do roteiro: “Isso não vai ficar assim” e “Fico louco”. Desde 1988, quando gravou “Chavão Abre Porta Grande”, Itamar é presença constante nos projetos de Ney, que o considera “um dos maiores compositores da música brasileira”.

Veja + Show
seta para ir ao topo

Copyright © Clube Shows 2017. Todos Direitos Reservados.